domingo, 2 de setembro de 2012

Aqueles lugares vermelhos nos autocarros da carris.

"Amanhã vou fazer a inscrição na faculdade e tenho de me levantar cedo!" - este foi o meu primeiro pensamento de hoje, quando me levantei. Depois pensei "Nãooooooooo, daqui a três semanas tenho de me levantar às seis e meia da manhã todos os dias!".
Finalmente pensei no caminho que faço sempre para lá chegar e eis que ... me lembro das senhoras velhotas que me lançam um olhar de assassino no autocarro.
Isto porquê? Vai uma pessoa muito bem sentada naqueles bancos só de uma pessoa, mesmo ao lado dos lugares para idosos, deficientes, grávidas, os chamados "lugares vermelhos", quando entra uma senhora mais de idade e, com os quatro lugares vermelhos vazios, OS QUATRO, me fuzila com o olhar, a modos que "levanta esse cu daí que eu tenho prioridade!"
Não percebo, com tantos lugares vazios, porque é que quer logo o meu?! Têm ali lugares reservados mesmo ao lado!
Bom, se calhar não gostam de vermelho.
 
Esse olhar, qual X-men quê, é seguido de um "vou-me colar a ti que quero ver se sais ou não sais" e de um murmúrio para o ar sobre qualquer coisa de respeito para com o mais velho.
 
Conclusão: acabo por me levantar duas ou três paragens antes da minha, para não levar com ninguém em cima basicamente.
 
Se não existissem mais lugares vazios claro que eu me levantava logo e dava o lugar a estas senhoras que tanto o cobiçam, mas com lugares próprios mesmo ali ao lado não percebo essa ideia fixa.
 

4 comentários :

  1. Ahahah que comédia. Eu cá não gosto de vermelho. Não sei o que faria se me deparasse com essa situação.

    ResponderEliminar
  2. São mesmo, acho que não teria coragem para fazer nem metade do que eles fazem.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Nunca me aconteceu isso, mas há pessoas que gostam simplesmente de implicar

    ResponderEliminar

Opiniões sempre bem-vindas! (: